top of page
Buscar

Festival Cultural: de volta ao presencial com muita emoção e cultura.

Atualizado: 16 de nov. de 2022

No dia 22 de outubro o Colégio Escrevivendo realizou seu tão aguardado Festival Cultural, nesse ano com o tema As mil e uma noites. Onde foram feitas apresentações musicais a respeitos das diversas histórias contadas por Sherazade, dessa grande obra da literatura que influencia a cultura mundial até os dias atuais.

Para aprofundar mais a respeito do Festival e do tema escolhido o Escrevivendo News realizou uma entrevista com a coordenadora Débora, que falou suas expectativas e um pouco sobre a escolha do tema.

Perguntas:

Qual foi a sensação de ter o Festival presencial após este hiato de dois anos onde tudo foi feito on-line?

Débora: “Assim pra gente foi emocionante, embora que a gente tenha sentido que essa pandemia tenha deixado muita gente meio introvertido sabe, alguns ainda com muita vergonha e isso refletiu um pouco nas apresentações. As apresentações foram lindas e emocionantes, mas eu acho que a gente ainda vai recuperar essa coisa que ficou perdida com dois anos só com vídeos. Mas assim foi emocionante, eu chorei no ensaio geral e não chorei nas apresentações de fato mas eu tive vontade em vários momentos. Os pais também estavam muito presentes, na verdade em todos os eventos do ano e no festival não foi diferente porque lotou. Eu percebi que as pessoas estão com necessidade de participar das coisas presencialmente, até mesmo pais que não eram tão presentes nas vidas dos filhos estão mais participativos agora.”

Como foi escolhido o tema do festival e o motivo da escolha?

Débora: “O tema ‘As Mil e Uma Noites’ foi relacionado por conta da Copa do Mundo. Pela copa ser no Catar, então a gente ficou pensando em como linkar algo já se remetesse a isso que pudesse ser trabalhado o ano inteiro, pra que a gente não trabalhasse com essa questão só no fim do ano. Então no carnaval nos já trabalhamos com o tema, foi trabalhado muito em com os alunos a questão dos projetos. Por conta de ser contos que se passam no mundo árabe e todo esse entorno decidimos escolher esse tema para já vincular com a Copa.”


Comments


bottom of page