Buscar

Entrevista a Diretora Geral do Fórum 2022

Atualizado: 24 de mai.

O Fórum 2022 do Colégio Escrevivendo voltará a ser presencial no sábado 28/05 após 3 anos. O tema escolhido foi o Mundo Árabe e os alunos participantes têm se preparado com muito esforço e dedicação para que esse evento seja um sucesso. Por esse motivo o Escrevivendo News decidiu entrevistar a Diretora Geral do Fórum, Giovanna de Moura Bezerra, para saber quais são suas expectativas.




EN: Giovanna, o que te levou a aceitar este desafio de ser a Diretora Geral do Fórum 2022 do Colégio Escrevivendo?
R: Um dos objetivos que estabeleci para 2022 foi procurar ser mais participativa. Apesar da responsabilidade que o cargo carrega, encarei este desafio como uma oportunidade tanto para me envolver inteiramente com o projeto quanto para melhorar minhas habilidades de comunicação e liderança.

EN: Quais são as funções que vai ter que desempenhar antes, durante e depois do evento?
R: Antes do evento, estive responsável pela organização geral do fórum com o auxílio do professor Wagner, separação dos países e criação dos crachás dos delegados e das placas de cada delegação. Também estive me disponibilizando para auxiliar os delegados nas pesquisas se precisassem e orientando-os sore o funcionamento do fórum. No dia, minha função será fiscalizar o evento e verificar se todos estão desempenhando de maneia correta seus papéis.

EN: Quais são tuas expectativas para o dia 28/05?
R: Minhas expectativas para o dia 28/05 estão altas. Apesar de ser um projeto que requer muita pesquisa e empenho, acredito no potencial de cada um. Espero que todo o fórum ocorra da melhor maneira possível e que seja terminado sem nenhum assunto pendente a ser discutido.

EN: O que você espera dos teus colegas, presidentes de mesa e das duplas que participarão do evento?
R: Espero que meus colegas estejam preparados e demonstrem todo o esforço que tiveram antes do fórum; que os delegados consigam expor suas ideias, defender os princípios do país que representam e questionar as ações feitas dentro dos outros países; e que as diretoras tenham sucesso em escolher temas para serem discutidos e controlar o andamento do fórum.

EN: Considera que há países que terão maiores dificuldades em se defender, expor ou justificar as suas ideias?
R: Já que o fórum exige diversas habilidades dos participantes, como: bom entendimento de história e geopolítica, facilidade na comunicação e na argumentação, entre outros; acredito que sim. Porém toda a diretoria e os professores estão dando o suporte para os delegados além de que será realizado três ensaios antes do evento.

EN: Como você se tem preparado para o Fórum?
R: Tenho pesquisado sobre a história, a formação e os principais conflitos do Oriente Médio, as características dos países participantes do fórum, lido notícias atuais sobre os acontecimentos nessa região e assistido debates oficiais da ONU.

Larissa Maiero

Posts recentes

Ver tudo

Teatro